Sobre realizar os nossos sonhos

Na última semana realizei um sonho.

Desde muito pequena eu gosto de cozinhar, e me dediquei a aprender sobre esse universo assistindo os programas de culinária na televisão.

Naquela época a programação gastronômica não era como hoje, e eu acho que nem TV paga a gente tinha lá em casa. O que eu assistia era a Ana Maria Braga, a Claudete, a Cátia, a Palmirinha e a Ofélia com seus convidados ensinando as mais variadas receitas. Aquilo me fascinava, eu tinha um caderninho e anotava tudo e toda vez que testava uma receita eu apresentava como se estivesse no programa. Fofa! Haha…

E na semana passada eu fui chamada para participar do programa Mulheres na Rede Gazeta para ensinar uma receita, no caso uma torta de maçã.

Eu fiquei muito nervosa, e entre o nervosismo de estar ao vivo na TV tinha uma outra angustia, que me atormentava. Aquela de realizar um sonho. E o que acontece depois que a gente realiza um sonho? Ele acaba?

Ai eu lembrei de alguns outros sonhos realizados. Quando cheguei em Paris pela primeira vez me deu um nervoso, mas um nervoso tão grande que eu não queria descer do avião. E quando fui ao show do Paul McCartney sentia uma tristeza misturado com uma felicidade sem tamanho. E o desespero de voltar depois de morar fora do pais, era como se eu não tivesse mais propósito.

O que acontece é que quando a gente realiza um sonho a gente tem medo de perdê-lo, e está nas nossas mãos encarar a realidade de dois jeitos: como um fim ou como um começo.

E eu prefiro escolher a parte do começo, porque com um sonho realizado damos espaço para que novos se criem.

Então quando o medo vem, eu espero ele passar e não me apego.

Porque acredito que ele vem só pra me mostrar que eu estou no caminho certo. Aí tomo coragem e realizo, aproveitando 100% do momento presente.

O sentido da vida é sempre buscar por novos sonhos e não ficar a vida toda com o mesmo! <3

Texto para o Portal Baobbá!